como eco que percorre a História inteira…

Maio 26, 2012 § Deixe um comentário

As palavras que li no blog Buenas Noticias de José Antonio Pagola não me saem da cabeça, nem dos olhos, nem do coração.

Há um eco que percorre a História inteira e que se faz sentir entre nós.

Link para o blog Buenas Noticias:

Recibid el Espíritu.

 

 

Recebei o Espírito

Pouco a pouco, vamos aprendendo a viver sem interioridade. Já não necessitamos estar em contacto com o melhor que há dentro de nós. Basta-nos viver entretidos. Contentamo-nos com funcionar sem alma e a alimentar-nos só de pão. Não nos queremos expor a buscar a verdade. Vem Espírito Santo e liberta-nos do vazio interior.

Já sabemos viver sem raízes e sem metas. Basta-nos deixarmo-nos programar a partir de fora. Movemo-nos e agitamo-nos sem cessar, mas não sabemos o que queremos nem para onde vamos. Estamos cada vez melhor informados, mas sentimo-nos mais perdidos do que nunca. Vem Espírito Santo e liberta-nos da desorientação.

Quase não nos interessam as grandes questões da existência. Não nos preocupa ficarmos sem luz para enfrentar a vida. Tornámo-nos mais cépticos, mas também mais frágeis e inseguros. Queremos ser inteligentes e lúcidos. Porque não encontramos sossego e paz? Porque nos visita tanto a tristeza? Vem Espírito Santo e liberta-nos da obscuridade interior.

Queremos viver mais, viver melhor, viver mais tempo, mas viver o quê? Queremos sentirmo-nos bem, sentirmo-nos melhor, mas sentir o quê? Procuramos desfrutar intensamente a vida, aproveitá-la ao máximo, mas não nos contentamos apenas com estar bem. Fazemos o que nos apetece. Quase não existem proibições, nem terrenos vedados. Porque queremos algo diferente? Vem Espírito Santo e ensina-nos a viver.

Queremos ser livres e independentes, e estamos cada vez mais sós. Necessitamos viver e encerramo-nos no nosso pequeno mundo, às vezes tão aborrecido. Necessitamos sentirmo-nos queridos e não sabemos criar contactos vivos e amistosos. Ao sexo chamamos “amor” e ao prazer “felicidade”, mas quem saciará a nossa sede? Vem Espírito Santo e ensina-nos a amar.

Na nossa vida já não há lugar para Deus. A sua presença ficou reprimida ou atrofiada dentro de nós. Cheios de ruídos por dentro, já não podemos escutar a sua voz. Concentrados em mil desejos e sensações, não conseguimos perceber a sua proximidade. Sabemos falar com todos menos com ele. Aprendemos a viver de costas voltadas para o Mistério. Vem Espírito Santo e ensina-nos a crer.

Crentes e não crentes, pouco crentes e maus crentes, assim peregrinamos todos muitas vezes pela vida. Nesta festa cristã do Espírito Santo, Jesus diz-nos a todos o que disse um dia aos seus discípulos soprando sobre eles o seu aliento (respiração, sopro): “Recebei o Espírito Santo”. Esse Espírito que sustém as nossas pobres vidas e alenta a nossa fé débil pode penetrar em nós por caminhos que só ele conhece.
José Antonio Pagola

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading como eco que percorre a História inteira… at tempo comum.

meta