que paz é esta?

Outubro 25, 2012 § 3 comentários

 

No início da caminhada, Pedro foi ter contigo, de manhã cedo, muito afoito, ou melhor, demonstrando a sua proactividade em benefício do reino, que tu dizias que estava perto. Gostava de ver o teu olhar, quando viste o teu Pedro, preocupado, comprometido com o bem de todos aqueles  que te procuravam.
Quando tu és o melhor que nos aconteceu, perguntamos o que fazer, como fazer, temos vontade de servir de mestres de cerimónia para tratar das apresentações…

Mas, tu não permites que vivamos esta angústia.
Queres dar-nos a paz.
Com um só gesto, apontas o olhar de Pedro para outra direcção, para outra parte.
Em poucas palavras, pacificas o coração do teu Pedro, quando o esclareces que não foi ele que chegou à tua procura.
Tu é que saíste ao nosso encontro. (Mc 1, 35-39)
És sempre tu quem nos lança ao encontro uns dos outros para, assim, podermos ver o teu rosto e estar onde tu estás, mesmo quando o teu nome não é pronunciado.

Saíste ao nosso encontro e ainda não regressaste definitivamente a casa.
Saíste ao nosso encontro e ainda não nos deixaste em paz.
Sais mesmo ao teu Pai, que prefere caminhar connosco, em vez enclausurar-se nos nossos domínios.
Sais mesmo à tua Mãe, que saiu – feliz – do lugar onde estava, dos planos que tinha feito, e foi ao encontro, levando-te e deixando-se levar por ti. É isto que acontece a quem te espera.

Quem te encontrou, o que pode fazer para além de “pôr-se atrás” de ti, como tu, naquele dia, mandaste o teu Pedro fazer, e seguir-te os passos?

Dá-me a tua paz, mas não me deixes em paz.
Não foi para nos deixares em paz que tu saíste.
Não nos deixes em paz.
Que paz é esta que se vive com o coração em desassossego, a pedir mais espaço?
Que paz é esta que nos queres dar?

E que paz é esta que nos queres dar, para não nos deixares em paz?

Anúncios

§ 3 Responses to que paz é esta?

  • Anónimo diz:

    Muito obrigada por isto tudo, por esta partilha, por esta inquietação, por este prazer que fica após ler estás palavras e pela paz que não nos deixa em paz mas que nos desassossega. Obrigada por me fazeres parar, depois de um dia de correrias, um dia que não foi como esperava, como pensava… mas que me fez bem e perceber na carne que mesmo quando as coisas correm de outra forma ainda assim podem correr e correm bem; porque Ele está comigo, porque Ele está connosco; porque atrás dEle é que há caminho, porque só nEle é que há caminho e se abrem novos e infindáveis caminhos de Amor.
    Um grande abraço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

What’s this?

You are currently reading que paz é esta? at tempo comum.

meta